O Javascript do seu navegador está desativado, você poderá ter problemas.

Letras da casa humboldt

Observações a respeito da leitura e da formação de leitores - Carolina Yokota de Paula Lima

Observações a respeito da leitura e da formação de leitores
Carolina Yokota de Paula Lima
Mestre em Linguagem e Educação – USP

Embora existam numerosas pesquisas a respeito da leitura e da formação de leitores, nenhuma delas é capaz, obviamente, de dar receitas prontas. Nem se
espera isso delas. Aliás, não se sabe ao certo quando um leitor efetivamente “nasce”. Isso pode se dar de forma rápida ou, como na maioria dos casos, após
um processo contínuo, em que diferentes elementos exercem a sua influência.
Dentro dessa perspectiva, toda ação com o objetivo de fomentar a leitura é válida: frequentar bibliotecas, ler junto com os pais e os amigos, possuir um
ambiente propício à leitura, ter livros de diferentes gêneros textuais à disposição, conversar sobre títulos preferidos, visitar livrarias e feiras de livro, etc. Ou seja,
ver modelos de leitura e leitores.
Como é sabido, a leitura na escola se constitui como a prática de uma competência que está pressuposta nas diversas atividades e nas distintas
disciplinas. Dessa maneira, por possuir uma dificuldade de leitura, compreensão e interpretação de texto, um aluno pode não conseguir resolver um problema de
Matemática, ter problemas para resumir um texto de História, ou, ainda, não compreender um relatório de Ciências.
Nesse sentido, para auxiliar os pais no desenvolvimento do hábito de leitura, indico uma lista de livros adequados a alunos de 6º e 7º anos. Foram
selecionados títulos que, nas aulas de leitura dos 7º anos, funcionaram como o pontapé inicial para o mundo da leitura. Vários deles, inclusive, já agradaram
àqueles menos motivados a ler.
Professores e pais sempre desejam que os adolescentes leiam clássicos ou livros consagrados como detentores de grande valor estético, todavia, é
necessário ressaltar que um leitor pode iniciar sua trajetória com textos mais simples, menos conhecidos, mas nem por isso, menos relevantes para a
formação do leitor.
Os livros listados se enquadram em diferentes categorias e gêneros (aventura, mitologia, suspense, comédia, entre outros), de modo que é preciso
experimentar para descobrir qual poderá despertar o interesse. Mãos à obra!


1) Lilian Sypriano – “Coração Acelerando” – Editora Formato
2) Lilian Sypriano – “Sobressalto” – Editora Formato.
3) Vários autores – Coleção Mortos de Fama – Editora Companhia das Letras
Margaret Simpson - “Cleópatra e sua Víbora”
Andrew Donkin - “William Shakespeare e seus atos dramáticos”
Michael Cox – “Leonardo da Vinci e seu Supercérebro”
Michael Cox – “Tutancâmon e sua tumba cheia de tesouros”
Michael Cox – “Elvis e sua pélvis”
Dr. Mike Goldsmith – “Inventores e suas ideias brilhantes”
Phil Robins – “Joana D’arc e suas batalhas”
Phil Robins – “Alexandre o grande e sua sede de fama”
Kjartan Poskitt – “Isaac Newton e sua maçã”
Alan MacDonald – “Al Capone e sua gangue”
Dr. Mike Goldsmith – “Albert Eistein e seu universo inflável”
4) Ana Maria Machado – “Tudo ao mesmo tempo agora” – Editora Ática
5) Toni Brandão – “O casamento da mãe de João” – Editora Melhoramentos
6) Pedro Bandeira – “A droga da obediência” – Editora Moderna
7) Pedro Bandeira – “A droga do amor” – Editora Moderna
8) Pedro Bandeira – “A droga de americana” – Editora Moderna
9) Pedro Bandeira “A marca de uma lágrima” – Editora Moderna
10 ) Índigo – “Saga animal” – Editora Moderna
11) Frank Cottrell Boyce – “Cósmico” – Editora Companhia das Letras
12) R.L. Stine – “É o primeiro dia de aula …sempre!” – Editora Companhia das Letras
13) Maria José Dupré – “A ilha perdida” – Editora Ática
14) HUBERT Bem Kemoun – “Sorteio da Morte” – Editora Companhia das Letras
15) Hergé – qualquer um dos 20 títulos de “As aventuras de Tintim” – Editora Companhia das Letras.

voltar